Friday, December 16, 2005

No dia em que os japoneses passaram por cá...

10 comments:

Olinda Gil said...

Quem vê isto até pensa que tu tiraste a foto!!! Lol... Armada em Nipónica

Olinda Gil said...

Desculpa repetir-me: máscara escorregadia! Ah AH AH Ah AH

Sandra Policarpo said...

Nunca me enganaste, Olinda ;)
Era inevitável a tua paixão pelo japonês de cabelos longos e óculos fundos, debruçado sobre o palco e ferozmente agarrado aquele microfone de cabo longo e viril.

Assim que vos vi, soube que ali, naquele momento, naquele lugar--- havia de nascer um amor impensável. Uma história daquelas que se contam aos netos... e tu, sim tu, ainda a vais contar aos teus netos de olhos rasgados.

Olinda said...

Oh sua escorregadia! Alguma vez me apaixonaria pelo professor Hino? Não achas que ele era um pouco "apanhado" do sentido?

Agora, se fosse o rapazinho escorregadio que tocava flauta, o Taka, ainda trocava o mail com ele.

Confessa Sandra, estás a transpor as tuas fantasias na minha pessoa: eu compreendo que queiras viajar e deixar por uns tempos o Beringelinho!!!

Anonymous said...

OK! Não era suposto estarem a trabalhar a essas horas?

Suas malandrecas!

Sandra Policarpo said...

O Beringelinho é um paraíso, Olinda. É pequeno, é verdade! Não se identifica minimamente com o esprírito cosmopolita actual. Mas fazer o quê? As coisas pequenas também são belas e às vezes escondem mais maravilhas do que supões...

E é assim que o tema da conversa se desvia dos japoneses e ruma até ao meu pequeno monte tibetano ;)

eh eh eh

Olinda Gil said...

Quer dizer, o japonesinho escorregadio não era alto: pelo que se deduz que é pequenino...


Tás a ver como voltámos aos japoneses?!

Sandra Policarpo said...

O que aqui vai por causa do pequeno japonês... O desejo consegue sobreviver além da distância.

E é assim que a nossa Olinda, continua presa aquela imagem do escorregadio do japonês, de tez pálida e mãos fortes (pelo menos aparentavam).

;)

Olinda Gil said...

Eu por acaso até acho que as mãos dele não eram nada de especial. FInas e escorregadias. Blhac

Sandra Policarpo said...

"pelo que se deduz que é pequenino..." O que queres tu dizer com isto?

Pudera que gostes das mãos :)